testi.xyz

twoclok – fica ligado (parte 2) testo

attendere prego...

(verso 1)
por que a maioria do que eu escuto é rap gringo?
por que quando eu comecei na antiga eu escrevia as track rindo?
o que me levou a encher o bolso de pedras pra dar pedrada
onde só atiram setas se você não tá nas calçada
poucos prestam atenção, eu mesmo não prestava
a mensagem despertava valores que eu ignorava
e nem ligava pras essas parada, e hoje parado
renovo e não aprovo o que aprovava na caminhada
onde só, eu, sei o que p-ssei
quantos “não” eu recebi, quantas vezes fraquejei
mas algo na minha cabeça me dizia “vai além
para de falar, sofredor no rap é o que mais tem”
poucos pra dar solução, muitos pra apontar o dedo
poucos pra estender a mão, muitos pra meter medo
mas não me atingiram, apenas tingiram o meu caderno
enquanto eles conspiram, só me inspiram a ser eterno
sobrevivendo no inferno, desde 1993
com 99 problemas, tipo pac em 96
e eu já tinha 3, pra dali a 6, trombar 8
mile, de repente o xadrez virou um freestyle
procurando smile, ouvindo illmatic e ready to die
e as duas “só deus pode me julgar”
comprando corrente, bandana, me lembrei do thiago
porque hoje eu pago, mas já nem ligo pros calçado
nem pra aliado, alienado, alimentado
por formadores de opinião em exposição do mercado
o aviso foi dado, carapuças pro alto e eu sei
que poucas acertaram o asfalto
vagabundo tropeça porque anda de salto
quer tomar de -ssalto, e nessa tomada que eu falto
pra poder focar em mim, sonhador até o fim
rabugento e magrin, mas nem todos são por mim

(refrão) (2x)
então, fica ligado
a vida é curta pra você ficar parado
twoclok, chegando no sapato
verdadeiro soma e falso aqui é mato

(verso 2)
e logo cedo eu ligo ab-soul, pensando no meu plano c
então troco pra amiri que já me faz entender
nem todo dilema da vida apresenta a letra “e”
por isso o esquema da corrida é tocar o foda-se!
porque, vão tentar encaixar tudo em códigos
pródigos, comprometem o desenvolvimento lógico
nesse zoológico onde todo mundo é portador, de mensagem
mas vivem julgando quem porta a dor, mó viagem
então eu penso, “por que refletir nessa terra de cegos
onde o prego que se destaca vai contra aquilo que prego?”
minha vivência não nego, e nem me entrego
sei daquilo que carrego nas costas nesse universo onde navego
muito longe, de alcançar uma projeção
sei o que vira e o que não vira, e pra tudo eu digo “não”
inspirado em krs one, mas não vejo paz, amor
nem união, então eu busco diversão
“mas essa é do bambaataa com o james brown”
o que responder pro phd que até questiona o mano brown
“todo mundo é playboy e vendido só escuto bandido, perifa e meus truta”
mas ninguém te escuta, é tipo um flow sem conteúdo e auto-ajuda
não me camuflo de mensagem pra pode falar outras fita
e se eu reduzo a dosagem ainda sou doido igual chá de brita
e cê acredita, que mesmo eu acertando
ia ter malokero confuso igual hermafrodita
a cena tá fudida, sem confusão e sem treta
união sumindo junto com o tamanho das camiseta
tá tudo colorido e a quebrada só ostenta
várias treta, os mano dividiu, então agora aguenta
e uns viciado em b.o.,b.o, e eu focando t.o.p.o
pra ser o melhor menor, cada linha eu desato um nó
inspirando os muleque, minha mente é só o pó
minha vida em cada rap, me entrego a ela sem dó

(refrão) (2x)

- twoclok testo

Testi di Random